dezembro 29, 2010

The Plant List

"Conhecer para preservar, preservar para conhecer."

Uma força tarefa conjunta de botânicos dos Estados Unidos e da Inglaterra reuniram em um só banco de dados mais de 1,5 milhões de nomes botânicos de espécies vegetais, é o maior banco de dados específico do mundo, agora disponível para quem quiser consultar via internet.

T. barbieri - foto: aquamoss.net
Este é um site valioso para todos aqueles que estudam plantas, afinal a classificação das espécies é um dos grandes desafios da ciência e a quantidade de classificações erradas e sinônimos assusta qualquer pessoa, uma ferramenta deste porte vem em auxílio justamente neste ponto. Além de disponibilizar links para informações disponíveis em outros locais na internet.

Você sabia que Isopterygium barbieri é sinônimo do Taxiphyllum barbieri? ;-)


As consultas podem ser feitas por gênero, espécie ou ambos.

dezembro 24, 2010

Desejamos a todos

dezembro 17, 2010

Como lidar com problemas na Filtragem

Final de ano super complicado, pelo menos pra mim, as coisas estão a 1000 por hora, então as coisas estão meio paradas por aqui. Minhas desculpas.

Como lidar com problemas na filtragem, click na imagem.
A ADA acabou de atualizar o Aqua Journal com um artigo muito interessante sobre atenção e manutenção dos filtros, algo muito importante pois a filtragem é o coração de qualquer aquário. Claro que o artigo é direcionado a linha de filtragem da ADA, mas o artigo tem dicas que se aplicam para qualquer filtro, independente do fabricante. Vale uma leitura cuidadosa, e se você não domina o inglês ainda o Google Translate dá uma ajuda essencial, apesar de não ser nenhuma Brastemp.

Ah, mais uma coisinha, o Xylema está disponível em versão mobile, para celulares, agora é automático acessando o site de qualquer dispositivo móvel, se quiser conferir é só clicar aqui ou na opção Mobile do menu superior da página.

dezembro 08, 2010

Rapidinha

E agora, Sr Google Translate? :D


dezembro 07, 2010

Hungarian Aquascaping Contest 2010 Results


O HAC 2010 liberou o resultado do concurso e o site já está atualizado com as imagens das montagens dos participantes. A galeria tem excelentes trabalhos, vale muito uma longa e demorada apreciação. 

Clique para acessar a galeria
O que mais adoro na popularização dos contests mundo a fora é justamente poder apreciar excelentes trabalhos de todos os lugares do mundo, é uma grande fonte de pesquisa.

ASE 2011


O Aquatic Scapers Europe 2011 já iniciou seu período de inscrição, portanto se você pretende participar é bom ficar atento, pois a data limite é 15 de fevereiro. Este ano o Brasil participará do concurso de uma forma muito especial, nosso amigo Luca Galarraga da Aquabase será um dos juízes do evento, junto com outras grandes figuras do aquascaping mundial. Falando no Luca ele estave recentemente no Japão, onde participou da ADA Party 2010 e dos eventos relacionados, o que incluiu 4 dias de treinamento no ADA Seminar com o mestre Amano em pessoa, e o Luca não deixou barato: trouxe pra o Brasil o título de MVP (Most Valuable Participant), o que isso quer dizer? Que o Luca é um aquascaper de alto nível e que o Brasil está MUITO bem representado.

Aquatic Scapers Europe 2011
Inscrições de Dez, 01 até Fev, 15

Esta é a 3ª edição do evento, você conferir as imagens dos aquários das edições anteriores na galeria oficial clicando aqui.

Mais informações no site do evento.

dezembro 02, 2010

Natureza Chocante

Poraquê (Electrophorus electricus)
Essa entra na categoria curiosidades, sem dúvida. O aquário Enoshima de Namamura, Japão, montou um interessante display usando uma árvore de Natal que tem suas luzes acionadas por meio da energia elétrica gerada por um Poraquê (Electrophorus electricus), nossa conhecido peixe elétrico de água doce encontrado na região amazônica.

O Poraquê está em um tanque ao lado da árvore e dentro do tanque há duas placas de alumínio que fazem as vezes de eletrodos, quando o peixe se movimenta ele gera energia que é transmitida por circuito para as lâmpadas da árvore e estas se iluminam.

Essa façanha é possível por que o Poraquê, única espécie do gênero Electrophorus, tem uma capacidade especial de gerar eletricidade em seus músculos, células modificadas (os eletrócitos) formam placas e órgãos especiais que sob excitação disparam cargas elétricas no ambiente, no caso a água. O Poraquê usa essa características de várias formas como defesa, arma de caça e há quem diga até para comunicação. Ele caça suas presas disparando choques de carga variada para atordoá-las, de acordo com o tamanho da mesma, esperto ele, heim?

A carga gerada por um Poraquê varia de acordo com o tamanho do exemplar e o grau de estresse, geralmente é suficiente apenas para atordoar a vítima, mas pode chegar a 1.500V ou 3A, não necessariamente ao mesmo tempo, em exemplares de grande porte, suficientes para matar um cavalo, por isso cuidado com encontros inesperados quando for a Amazônia. Apesar do seu formato lembrar uma enguia ele é mais próximo de peixes como o bagre e a carpa.


Segundo os responsáveis do aquário essa ação foi pensada para que os visitantes do aquário reflitam sobre a necessidade de usar fontes alternativas de energia, os visitantes também contribuem para o show de luzes, placas instaladas no chão geram energia por meio dos passos dos visitantes.
Related Posts with Thumbnails