novembro 03, 2005

CO2 à noite, sim!

Achei, finalmente.

Bibliografia:
Plant Physiological Ecology

by Thijs L Pons, Hans Lambers, F Stuart Chapin III
Páginas 82 - 83


Para ver as páginas: Clique aqui e depois selecione as páginas que deseja ler, o texto está na página 82 no final e continua na 83. Só hoje descobri que não é possível colocar uma link direto para página.

Citação em tradução livre:

Algumas plantas possuem a capacidade natural de fixar CO2 no período noturno, fazem uso de um processo chamado CAM (Keely 1990, Keely & Bush 1984), Crassulacean Acid Metabolism. Deste modo "elas acumulam Malic Acid durante a noite, e têm taxas de de fixação de CO2 durante a noite que são similares em magnitude as mesmas que ocorrem durante o dia, quando o suprimento de CO2 da água é muito baixo", trocando em miúdos algumas espécies realmente fixam carbono no período noturno, mas por que? Os autores explicam: "o CAM em algumas espécies pode ser uma adaptação aos baixos níveis de CO2 na água, especialmente durante o dia, que permite a planta assimilar uma quantidade adicional de CO2 a noite. Esta fixação noturna de CO2 dá a elas acesso a uma fonte de carbono que está indisponível para ouras espécies. Uma parte do carbono fixado no Malic Acid vêm do CO2 dissolvido na água ao redor da planta, originado da respiração de outros organismos, e outra parte da própria respiração da planta."

Depois de tanto ouvir falar sobre fixação de CO2 na fase escura está ai a evidência real do processo, embora o mesmo não seja tão comum, conforme o artigo original, é sem dúvida uma surpresa e tanto.

2 Comentários:

Anônimo disse...

URL Not Found - by gatti
[]´s

Xylema disse...

Resolvido o problema do link, Paulo!

Obrigado!

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Todos os comentários serão lidos e só então aprovados para publicação, ou não.

Related Posts with Thumbnails