novembro 15, 2010

Bacopa sp. Lumos Solem

Cientistas Taiwanesses fizeram uma descoberta muito interessante enquanto pesquisavam opções para produção de luz tão eficiente quando o LED, mas sem o uso de insumos tóxicos, como o fósforo no qual se baseiam os LEDs atuais, procuram por materiais biologicamente mais corretos e acessíveis. Em uma das experiências descobriram que ao introduzir nano partículas de ouro em Bacopa caroliniana as plantas começaram a emitir bioluminescência de cor avermelhada em suas folhas. 

Os cientistas agora acreditam que se a técnica for viável árvores inteiras poderão produzindo luz para iluminar  ruas e estradas,  dispensando postes e economizando energia elétrica. As ruas das cidades seriam iluminadas pela sua própria vegetação. 

Bioluminescência das folhas de Bacopa
Além desse efeito fantástico as plantas ainda passam a consumir uma quantidade de CO2 superior ao normal, ou seja, além de iluminar e economizar energia estas plantas ainda estariam sequestrando gigantescas quantidade de CO2, um dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa e suas alterações no clima do nosso planeta.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Todos os comentários serão lidos e só então aprovados para publicação, ou não.

Related Posts with Thumbnails