fevereiro 15, 2011

Material de Layout: Pedras

Peruvian Nights por Shay Fertig
Conseguir um bom material de layout pode ser a tarefa mais difícil na hora de montar um novo aquário, os mais experientes sabem disso e geralmente o projeto de um novo aquário gira em torno do material já disponível. Mas e quando não temos material?

Escuto e leio muito essa queixa, no que diz respeito a pedras é uma lamentação recorrente e não é para menos, afinal todo mundo quer montar um aquário com rochas bonitas ou com lindas Hakkai Seki, o problema seria menor se elas existissem pelo menos no nosso continente, mas como sabemos elas são restritas ao Japão e até por lá é muito, muito difícil conseguí-las. Mas pedras bonitas não existem só no Japão. 

Use o que você tem


Não adianta ficar sonhando com aquelas pedras lindas que você nunca vai ter, afinal elas não cairão do céu e provavelmente você não poderá ir lá pegar as suas. A opção, se não a única, é ser criativo e utilizar o que você tem a mão. Pedras existem em qualquer lugar, isso é um fato.

"Ha, mas eu moro numa metrópole, não tem na loja e não acho pedras em lugar algum, blá, blá, blá..." ou "Ha, mas eu moro no interior e aqui não tem loja e não tem dessas pedras, blá, blá, blá..." Ok, pode não haver aquelas pedras das fotos, mas tem certeza de que não tem algo realmente bom? E as que existem por ai em trilhas, rios, riachos e córregos? Sabia que existem lojas de pedras decorativas com dezenas de variedades de rochas diferentes todas juntas e que você pode ir lá garimpar e pagar uma ninharia por elas? Pois é, esse paraíso existe e na sua lista telefônica (se vc ainda tiver uma) certamente você vai achar ou por que não dar uma esticada fora da cidade no final de semana e apreciar um bom passeio, ar puro, um pouco de verde e de quebra ainda coletar algum material legal? Não custa tentar.

Procure referências e seja criativo


Variedade de cor, tamanho e textura
Seja criativo, busque referências e experimente. Com criatividade tudo é possível, mesmo com rochas que não são aquelas das fotos que você tanto adora. Tem dificuldades em elaborar o layout de rochas? Então não pense nas rochas como um elemento separado, pense no conjunto todo, assim fica mais fácil criar uma imagem mental do seu projeto e avaliar as possibilidades do material que você tem a sua disposição. Com o tempo você terá mais habilidade e será mais fácil criar seus layouts de forma mais técnica. Ninguém nasceu sabendo.

Tenha sempre em mente que as rochas por mais importantes que sejam em sua composição sempre serão mais ou menos ocultadas pela vegetação, pense nisso como um ponto positivo, aquela rocha quase perfeita pode parecer perfeita depois do aquário evoluído.

Veja a imagem no topo desta postagem, as rochas utilizadas são quadradas e até lembram blocos grosseiros, muita gente teria descartado a idéia de utiliza-las imediatamente, mas veja o resultado final, pode não ser o seu tipo preferido de layout, mas temos que admitir que ficou muito bom. Ali houve um excelente trabalho de planejamento e execução do layout. Você pode ver detalhes deste aquário clicando aqui.

Um dos tipos mais comuns de rocha no Brasil são as cristalinas que tendem a ter formatos arredondados e cor clara, geralmente não é o tipo de rocha preferido para execução de layouts, mas também não é algo impossível de fazer, duvida? Confira:

Animação, clique na imagem para ver. Imagem da Aquasaigon
Os outros tipos mais comum são os seixos arredondados ou planos, esses ultimos são ótimos para prender musgos e Riccia, além dos pedaços brutos de granito em diversos tamanhos, estes costumam ter arestas muito finas, até cortantes, cuidado com eles. É preciso procurar, de uma grande pilha de pedras muitas vezes tiramos apenas uma meia dúzia de peças, mas estas podem ser suficientes! Outra dica, lembre-se que os diversos tamanhos são importantes, as pedras menores ajudam a criar a ilusão de espaço, escala e profundidade do layout. Veja a animação acima. Outro exemplo:

Amimação, clique na imagem para ver. Imagem da Aquasaigon

Outro ponto que sempre reclamam é que nossas pedras geralmente são muito claras, o que não é uma verdade tão grande assim, temos rochas brasileiras de tons tão diversos que podemos escolher entre pelo menos uma dúzia de tons de cinza, além de pretos, vermelhos, amarelas, laranjas, etc. O que falta realmente é disponibilidade de ir até elas, por que elas existem, garanto. Reforço: não se limite ao granito que você acha em qualquer lugar, procure alternativas. Já pensou criar um layout com aquelas rochas vendidas em placas brutas?

Iwagumi, estilos clássicos zen budista
Seja ousado, os aquascapers campeões quase nunca foram premiados por estilos de Iwagumi vigentes na época do evento, sua montagens se destacam sempre por fugir do lugar comum, tanques que são apenas mais um na multidão não conseguem este efeito, as possibilidades são muitas. Arrisque-se.

A última dica e não a menos importante: Teste sempre suas rochas antes de usa-las para saber se elas não alteram o pH da sua água, isso evita problemas maiores após a montagem. Como em tudo na vida o aquarismo não é diferente, é melhor prevenir do que remediar.

Não se deixe limitar e não desista, com um pouco de imaginação tudo é possível.

1 Comentários:

Alberto Barros disse...

Muito bom o artigo, eu estou passando por esse dilema de pedras agora, estou refazendo o layout de um aquário e estou cogitando trocas as pedras, mas sempre esbarro nos preços absurdos cobrados pelos lojistas, aqui em Sorocaba infelizmente o hobby é pouco conhecido, e as lojas especializadas são poucas.

Já sai a procura de pedras 1 vez em um dos parques daqui, realmente foi a melhor opção, o jeito vai ser novamente sair a caça :D

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Todos os comentários serão lidos e só então aprovados para publicação, ou não.

Related Posts with Thumbnails